A inércia negacionista para a vacinação!

Valéria Correia (Prof. Dra. FSSO/UFAL)

Em 07 de janeiro, o Brasil atinge a marca de 200 mil vidas ceifadas por Covid-19. Até essa data 49 países já iniciaram a vacinação contra o Coronavírus.

A inercia do governo federal em torno da vacinação da população brasileira se revela na série de medidas protelatórias para a aprovação da vacina, somada a postura do presidente e do Ministro da Saúde que coloca em dúvida a sua eficácia.

O negacionismo da Covid-19 continua na busca da sua imunização.

Caso o Ministro da Saúde, general especialista em logística, tivesse fechado o acordo de compra com a Pfizer em agosto do ano passado, desde dezembro já teríamos vacina no Brasil, mas, certamente, não teríamos seringas para aplicá-las.

As providências, de última hora, para aquisição de insumos para a vacinação fracassaram até o momento.

No dia 07/01, o STF deu 5 dias para o que o general, especialista em logística, informe qual seu estoque de insumos – seringas e agulhas – para vacinação contra a Covid-19.

A boa notícia do dia 07/01 vem do Instituto Butantã, instituição pública associada a USP, com o anúncio do resultado da excelente eficácia da vacina CoronaVac que está sendo desenvolvida no Brasil. Agora é pressionar para o registro de uso emergencial saia o mais breve possível!

Ah! É bom sempre enfatizar que Instituição pública + Universidade pública + Ciência + SUS + servidores públicos + cientistas = mudam a vida, salvam vidas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *