Médios e grandes empresários de Alagoas fraudam ICMS e causam prejuízo de R$ 800 milhões

Passam de R$ 800 milhões o prejuízo de uma rede de corrupção coordenada por médios e grandes empresários alagoanos, ao fraudarem o pagamento do…

Passam de R$ 800 milhões o prejuízo de uma rede de corrupção coordenada por médios e grandes empresários alagoanos, ao fraudarem o pagamento do ICMS. Objetivo de uma força tarefa do Ministério Público Estadual, com apoio da Secretaria da Fazenda, é que este dinheiro volte aos cofres públicos. Os empresários devem ser presos pelos desvios.

O trabalho é levado adiante pelo Grupo de Atuação Especial de Combate à Sonegação Fiscal e aos Crimes Contra a Ordem Tributária, Econômica e Conexos (Gaesf), do MP Estadual.

Deixe uma resposta