Maceió: Tijolada em vidro de carro com adesivo de Lula

O carro da candidata do PT à Assembleia Legislativa, Thati Nicácio, teve o vidro traseiro quebrado por um vândalo que atirou um tijolo. Ninguém…

O carro da candidata do PT à Assembleia Legislativa, Thati Nicácio, teve o vidro traseiro quebrado por um vândalo que atirou um tijolo. Ninguém estava no veículo na hora do incidente, que aconteceu na hora do almoço, no bairro de Jaraguá.

Nervosa, a candidata emitiu nota publicada abaixo, retirada do Facebook.

A direção estadual do PT vai denunciar o caso à Polícia Civil.

O tijolo atingiu um adesivo com a imagem de Lula, ao lado do ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, e Manuela D’Ávila.

Veja imagens

ACREDITO NAS FLORES VENCENDO CANHÕES.

Quando escolhi o girassol para ser símbolo da campanha, não foi por acaso. Para o Feng Shui, o girassol é a integridade e força que temos dentro de nós e que queremos transmitir aos outros, é a flor do equilíbrio. E a generosidade e exuberância das pétalas amarelas envolve as sementes escuras do miolo, simbolizando o equilíbrio perfeito entre a luz e a sombra, entre o que é expansivo e introspectivo; estimula a conciliação perfeita entre esses dois opostos.
Desde que nasci luto. Ser mulher é uma luta constante e inicia na primeira infância, vir da periferia também me garantiu acumular mais força e a cultura me expandiu a consciência critica para o mundo. Hoje luto por irmãs e irmãos que, assim como eu, existem e resistem diariamente.
Em 2010 escolhi o Partido dos Trabalhadores para ser o espaço para me organizar, construir e transformar realidades. Acredito no projeto que mudou a minha vida (sou fruto do Bolsa Familia, do Enem, Prouni e Minha Casa Minha Vida). Em 2013 acompanhei as manifestações de Junho e Julho, que instaurou um sentimento de ódio a politica e nos arrastou até o momento que nos encontramos hoje.
Decidi me candidatar a deputada estadual, depois de anos na luta pela democracia e por mais direitos para a população, mas sobretudo para defender o projeto nacional que acredito e pelo qual eu luto diariamente com suor e sangue.
Para a campanha alugamos um carro, plotamos (como é de costume em eleições) com meu perfurado e adesivos do projeto nacional, representado pelo Haddad (candidato do PT a presidência). Hoje, durante um intervalo curto de tempo no mercado do Jaraguá em Maceió, entre uma correria e outra, alguém jogou um tijolo no carro
O ódio mais uma vez se fez presente.
Sempre utilizei do amor para fazer meus discursos, sempre defendi o bom e o justo no mundo e talvez por isso, agora em especial, esteja triste por ver que o ódio está contaminando as pessoas. Essa semana Klecio e eu (Klecio é o companheiro de partido que está dirigindo o carro nessa campanha) tivemos um susto quando alguém com o carro adesivado pelo COISO passou e disse que lugar de comunista era na “vala”. Eu ignorei e pensei: Mais um louco!
Hoje, quando vi o tijolo atirado, foi como se tivesse sido acertada diretamente por ele.
Um misto de medo, raiva e tristeza toma conta de mim enquanto escrevo esse desabafo, mas eu sei que o amor vencerá. Eu não vou parar enquanto não vencer.
Talvez agora eles pensem que eu esteja intimidada, mas não estou. O ódio é covarde e sem argumentos. O ódio é o motor para todas as coisas ruins que já ocorreram na história do mundo.
A noite participei de um debate na UFAL e não expus o caso, porque não quero amedrontar ninguém. Não quero que o medo seja nosso inimigo, mas de alguma forma (comentários e afins) isso se espalhou. Tô escrevendo para dizer que estou bem, um pouco indignada, mas bem.
Antes de dormir, eu só quero dizer que amanhã vou trocar o vidro e plotar novamente o carro, porque as minhas ideias são maiores do que uma vala prometida e um tijolo atirado.
O que eu acredito não cabe no medo, não para com o ódio.
Seguimos em luta, até a vitória!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *