Silvânio Barbosa: PC conclui inquérito sobre assassinato

O crime aconteceu no dia 6 mas o corpo de Silvânio só foi descoberto no dia 8, pela manhã. O acusado roubou o carro e outros pertences do vereador e fugiu para a Paraíba. Lá, foi abordado pela polícia

A Polícia Civil tem 30 dias mas já dá por concluído o inquérito sobre o assassinato do vereador Silvânio Barbosa (MDB), morto com 26 facadas aplicadas, diz a PC,  por Henrique Mateus da Silva Sousa, de 18 anos, que mantinha uma relação afetiva com a vítima mas o objetivo era matar e roubar pertences do vereador.

O crime aconteceu no dia 6 mas o corpo de Silvânio só foi descoberto no dia 8, pela manhã. O acusado roubou o carro e outros pertences do vereador e fugiu para a Paraíba. Lá, foi abordado pela polícia, sem conseguir explicar porque dirigia o carro do político.

Ao buscarem na internet, os policiais descobriram o crime.

“A gente tem trinta dias para concluir o inquérito policial; pode ser que termine antes. O caso a gente deu por encerrado já; não espera novidades. Agora, formalmente falando, estamos ouvindo algumas pessoas para confirmar tudo que já foi juntado. Já foi até decretada a preventiva (do acusado)”, afirmou o delegado Fábio Costa, gerente de Recursos Especiais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *