Reitoria implanta medidas de segurança no campus da Ufal em Maceió

PM está atuando no entorno da Ufal e já prendeu alguns assaltantes suspeitos de cometer delitos no campus

A Gestão da Universidade Federal de Alagoas está implementando medidas no sentido de melhorar a segurança no Campus A. C. Simões, que tem sido alvo de delitos cometidos por assaltantes. Durante o sábado (7), a Superintendência de Iluminação Pública (Sima) realizou a substituição das lâmpadas queimadas nos postes para melhorar a visibilidade durante a noite em alguns trechos de circulação de pessoas.
A Divisão de Segurança também está divulgando os números da Central, para contato pelo whatsApp e telefone fixo. “Esse contato deve ser preventivo, ou seja, não é só para comunicar assaltos, mas, principalmente para informar de algum movimento suspeito ou para os estudantes e professores avisarem se estiverem fazendo atividades em um horário de pouco movimento, solicitando o apoio da fiscalização”, explica Antonyone Borges, coordenador de segurança.
O coordenador reforça. também, orientações que já foram repassadas para os setores, em caso de atividades aos finais de semana. “Solicitamos que as direções das unidades acadêmicas e administrativas comuniquem quando da ocorrência de aulas, reformas ou quaisquer outros eventos e acessos relevantes durante feriados, finais de semana e recessos, encaminhando as informações para o endereço eletrônico  ds.gsg@sinfra.ufal.br ”, destaca Borges.
Os motoristas que estacionam na Ufal também precisam ter alguns cuidados. “Verificamos ocorrências relacionadas a veículos cujos condutores deixam janelas abertas, portas destravadas, ou mesmo, quando está tudo fechado, ficam equipamentos eletrônicos ou outros materiais à vista, atraindo a atenção de pessoas mal intencionadas. Orientamos que os estudantes, técnicos e professores verifiquem tudo antes de sair e evitem estacionar em locais sem grande fluxo de pessoas”, reforça Borges.
As rondas da equipe de segurança que presta serviço à Ufal foram intensificadas, principalmente durante a noite. Os agentes receberam coletes refletores para facilitar a identificação. “Estamos buscando intimidar a ação dos delinquentes, mas orientamos aos estudantes a também seguirem algumas regras de segurança básicas, como não ficar em local isolado, a pé ou dentro do carro, manuseando o celular e procurar andar em grupos pelo campus”, orienta o coordenador de segurança.
 A segurança pública está agindo
A reitora Valéria Correia tem mantido contato com os órgãos da segurança pública de Alagoas, para solicitar apoio nas rondas ostensivas e nas investigações para identificar e localizar os assaltantes. Outras medidas estão sendo avaliadas. “Nesta segunda-feira (9), o grupo de trabalho sobre a segurança no campus deve receber o reforço de novos integrantes que serão indicados no Conselho Universitário”, informou a reitora.
As ações da segurança pública já apresentaram alguns resultados. No dia 21 de março, uma operação realizada na Cidade Universitária prendeu alguns assaltantes acusados de cometer delitos na região. Segundo o coordenador da Divisão de Segurança da Ufal, alguns dos detidos são suspeitos de agirem no campus. “As imagens das câmeras de segurança que foram enviadas à polícia contribuíram na identificação dos suspeitos. Vamos continuar trabalhando em conjunto para prender os assaltantes e tranquilizar a comunidade universitária”, destacou Borges.
Fonte: Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *