Perícia: Silvânio Barbosa agonizou por 2 horas antes de morrer

Os peritos que fizeram os trabalhos no local onde o vereador Silvânio Barbosa (MDB) foi assassinado e o corpo descoberto por um assessor no…

Os peritos que fizeram os trabalhos no local onde o vereador Silvânio Barbosa (MDB) foi assassinado e o corpo descoberto por um assessor no sábado (8), no condomínio Central Park, no bairro do Benedito Bentes, disseram que o vereador agonizou por duas horas, antes de morrer. Foi atingido ainda por 26 facadas aplicadas por Henrique Matheus da Silva Souza, 18 anos, preso na Paraíba e já transferido a Alagoas.

O crime aconteceu no dia 6 de setembro, por volta das 22hs30. Quando Silvânio se aproximou de Henrique, ele trazia a faca numa peça de roupa. O vereador deitou na cama e recebeu um chute de Henrique. Silvânio foi para o chão. Silvânio, agonizando, chegou a pedir um copo dágua.

O laudo da perícia será entregue em 20 dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *