Alagoas, segundo o FMI: Bolsa Família e mais anos de estudo a pobres fizeram desigualdade cair

Estudo divulgado pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) mostra que, de 2004 a 2014, a desigualdade caiu 10,2% em Alagoas, uma das maiores quedas do…

Estudo divulgado pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) mostra que, de 2004 a 2014, a desigualdade caiu 10,2% em Alagoas, uma das maiores quedas do país, segundo o estudo “Desigualdade no Brasil, uma perspectiva regional”, dos economistas Carlos Góes e Izabela Karpowicz.

Os motivos explicam este resultado: o Bolsa Família, a elevação da quantidade de anos de estudo entre os mais pobre e a formalização no mercado de trabalho.

A desigualdade caiu em todo o país, menos no Amapá, que permaneceu estável.

No Maranhão, ela caiu 18,6%- a maior entre todos os estados. Seguida por Piauí (18,1%), Pernambuco (17%), Paraná (15,5%). Menores quedas foram na Bahia (3,5%) e São Paulo (5,5%).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *