Papa Francisco: ‘Superpotências globais têm visão distorcida do mundo’

O Papa Francisco afirmou que os EUA e outras nações poderosas têm uma “visão distorcida do mundo”, em uma entrevista recente no Vaticano. Nos…

O Papa Francisco afirmou que os EUA e outras nações poderosas têm uma “visão distorcida do mundo”, em uma entrevista recente no Vaticano.

Nos comentários feitos antes da Cúpula dos líderes mundiais do G20, que se concentrou principalmente na arquitetura financeira global, Francisco expressou sua preocupação com a crescente população mundial deixada de lado pelo progresso econômico: os pobres, os fracos e, mais importante, os migrantes.

Antes da Cúpula anual do G20, o papa se disse preocupado com a possibilidade de que estas reuniões desconsiderassem a crescente desigualdade global, mesmo quando a guerra civil síria se aproxima do seu sexto ano, tendo deslocado cerca de 12 milhões de pessoas.

Citando preocupações sobre o aumento da desigualdade econômica e de recursos entre nações e povos, o Papa comentou em uma entrevista ao periódico La Repubblica que os EUA e vários outros países têm uma “visão distorcida do mundo”.

“Eu me preocupo com as alianças muito perigosas entre os poderes que têm uma visão distorcida do mundo: a América e a Rússia, a China e a Coreia do Norte, [o presidente russo Vladimir] Putin e o [presidente sírio Bashar al-] Assad durante a guerra na Síria”, disse o papa.

“O perigo diz respeito à imigração”, disse o papa. “Nosso problema principal e infelizmente crescente no mundo de hoje é o dos pobres, dos fracos e dos excluídos, que inclui os migrantes”. Ele também chamou os países que ele disse “temem uma invasão de migrantes. É por isso que o G20 me preocupa: principalmente atinge imigrantes”, disse o líder católico.

Fonte: Sputnik

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *