Governadores do Nordeste não aparecem em posse de Bolsonaro

Dizem que o tom de voz usado pelo general Mourão em sua posse como vice-presidente foi mais alto que o de Jair Bolsonaro, mas…

Dizem que o tom de voz usado pelo general Mourão em sua posse como vice-presidente foi mais alto que o de Jair Bolsonaro, mas pelo menos uma das ausências chamou a atenção em Brasília: os nove governadores do Nordeste não apareceram. Nenhum deles, ao menos por enquanto, quer ser fiador da era Bolsonaro sem antes observar as propostas presidente para a região.

Um dos cortes anunciados pelo ministro Paulo Guedes é na previdência. Revisão de 50 bilhões de reais e benefícios distribuidos, principalmente os rurais.

Os bancos, porém, creem Guedes deverá revisar reajuste do funcionalismo público federal mais o salário mínimo- o que deve impactar no Nordeste.

Dois estados concentram a maior proporção de pobreza no país: Maranhão e Alagoas.

Para erradicar essa quantidade de pobres, o Brasil precisa gerar 10,2 bilhões de reais por mês- adicionais. E essa pobreza extrema – combatida pelos programas de transferência de renda, como o bolsa família- cresceu 12,5% ano passado.

é certo que o presidente deve dialogar com os governadores da região. Resta sabia os termos do acordo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *