Quem enfrenta Bolsonaro no 2º turno?

Pesquisa Ibope divulgada nesta 3ª (11) mostra que o país terá segundo turno na disputa presidencial. Será entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad…

Pesquisa Ibope divulgada nesta 3ª (11) mostra que o país terá segundo turno na disputa presidencial.

Será entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) ou Marina Silva (Rede) ou Ciro Gomes (PDT) ou Geraldo Alckmin (PSDB).

São projetos de Brasil bastante diferentes. O de Bolsonaro, de longe, é o mais perigoso e obscuro. Uma de suas propostas- flexibilizar o porte de arma- vincula a quantidade de assassinatos no Brasil ao desarmamento de parte da nossa população.

Uma teoria mais baseada no senso comum e menos na realidade.

Alckmin já propôs armar produtores rurais na disputa por terras com movimentos sociais.

Também é institucionalizar o banho de sangue via Estado.

Há ódios contidos em parte da nossa população, ódios aos quais Bolsonaro surfa com maestria porque representam a irracionalidade do ser humano, a resposta aos instantes de fúria, a um Judiciário caro mas não atingindo camadas mais profundas da população; a um Executivo perdulário matando em hospitais, nas ruas, nas cadeias.

Contra a ação? Uma reação na mesma medida. É o que defendia Talião. Tudo isso sob o manto de um “pai” na Presidência da República, um “homem de bem” contra tudo e todos em nome das garantias individuais.

Bolso vazio, mendicância, fome, despossessão psicológica. O proto-fascismo também fervia nestas condições, logo após a Alemanha sair em frangalhos da 1ª Guerra Mundial, há exatos 100 anos. Veio, então, alguém que insurgiu, em Minha Luta, os alemães contra os “causadores” destas condições: os judeus.

O mundo conheceu, anos depois, Adolf Hitler. E o rastro do horror.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *