PR: Jovem com boné do MST é espancado por milícias de Bolsonaro em universidade

Estudante da Universidade Federal do Paraná, de identidade não revelada, foi espancado na noite desta terça-feira por partidários de Jair Bolsonaro porque andava com…

Estudante da Universidade Federal do Paraná, de identidade não revelada, foi espancado na noite desta terça-feira por partidários de Jair Bolsonaro porque andava com boné do MST.

As informações são do El Pais

A vítima, diz o jornal espanhol, estava com amigos em uma praça do campus quando foi espancado por membros de uma torcida organizada que gritavam “Aqui é Bolsonaro”.

Os 10 homens que agrediram o jovem chegaram a quebrar garrafas na cabeça dele.

O caso foi denunciado a polícia, que fez buscas no local mas os criminosos fugiram. Os mesmos criminosos depredaram, acusam estudantes, a Casa do Estudante da universidade.

Mortes e ameaças por seguidores de Jair Bolsonaro estão se tornando frequentes.

O mestre de capoeira Romoaldo Rosário da Costa, de 36 anos, conhecido como Moa do Katendê, tinha 63 anos. Foi morto a facadas porque, num bar, defendia a candidatura de Fernando Haddad.

No domingo, uma jornalista pernambucana denunciou ter sido atacada por dois homens, vestidos com camisas de Bolsonaro, logo após sair da seção eleitoral onde votou, em Recife. Ela foi chamada de “riquinha de esquerda” e ameaçada de estupro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *