Balas que mataram vereadora foram roubadas em 2006 dos Correios na Paraíba

A versão é do ministro da Segurança Pública, Raul Jungman. As balas quer mataram a vereadora do PSOL, Marielle Franco, e seu motorista, Anderson…

A versão é do ministro da Segurança Pública, Raul Jungman.

As balas quer mataram a vereadora do PSOL, Marielle Franco, e seu motorista, Anderson Gomes, faziam parte de um lote comprado pela Polícia Federal, mas, em 2006, foram roubadas da sede dos Correios na Paraíba.

Em 2015, lotes destas armas foram usados na chacina de 18 pessoas, em São Paulo, cometidas por policiais e guardas civis.

Os dois foram assassinados na quarta-feira (14), à noite, no Centro do Rio.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *