14 morrem por dia no RJ, por falta de leito em hospitais

Levantamento feito pelas Defensorias Públicas do Estado e da União com base nas informações de pacientes que procuram socorro na Justiça revela que 14…

Levantamento feito pelas Defensorias Públicas do Estado e da União com base nas informações de pacientes que procuram socorro na Justiça revela que 14 pessoas morrem por dia por falta de CTI no Estado do Rio de Janeiro.

Em 2011, esse número era de 6 pessoas. São pessoas que ficam entubadas dentro de uma UPA aguardando leito para conseguir lutando pela sua vida

Por meio de nota, a Secretaria Estadual de Saúde disse que o número de internações em leitos de terapia intensiva administrados pelo estado vem crescendo nos últimos dois anos, enquanto as redes municipal e federal estão reduzindo a oferta.

O Ministério da Saúde informou que sua rede no Rio de Janeiro aumentou de 391 para 410 os leitos de terapia intensiva, nos últimos seis anos.

A Secretaria Municipal de Saúde confirma que há 20 leitos bloqueados no Hospital Municipal Albert Schweitzer e diz que o motivo são obras. A Secretaria e a Organização Social Cruz Vermelha afirmam que quando o serviço terminar, os leitos serão liberados.

Com informações do G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *