Tucanos na Câmara ameaçam racha com Rui e apresentam, na 3ª, investigação contra SMTT

Horas depois de Rui Palmeira assumir o comando estadual do PSDB, grupo de vereadores na Câmara de Maceió filiado ao partido ameaça debandada geral…

Horas depois de Rui Palmeira assumir o comando estadual do PSDB, grupo de vereadores na Câmara de Maceió filiado ao partido ameaça debandada geral do ninho tucano se o prefeito de Maceió não anunciar, desde já, limitação de superpoderes ao ex-prefeito de Paripueira, Abrahão Moura, na gestão municipal.

Prazo final é até terça-feira (14). Neste dia, os vereadores anunciam o racha partidário com o prefeito, não o apoiarão na disputa ao Governo e vão apresentar requerimento convocando o irmão de Abrahão Moura, Antônio, que é superintendente da SMTT, para explicar o pagamento de R$ 18 mil, pela superintendência de trânsito, a Antônio Moura, por curso de liderança. O assunto foi levantado, com exclusividade, pelo blog. Veja aqui.

Segundo apurou o blog, o requerimento está pronto.

“Existe um ultimato ao prefeito. Ou resolve a situação ou todos vão deixar o partido. Não existe este clima de superação falado por Welisson Miranda”, disse um dos integrantes do Legislativo municipal, sob anonimato.

Ao blog, o assessor do prefeito disse que o embate entre os vereadores, o prefeito e Abrahão Moura havia sido superado. Veja aqui

No grupo de Rui, segundo apuração do blog, a pressão dos vereadores está ligada à contratação de empresa para serviços gerais na Secretaria Municipal de Educação. O interesse- na versão da Prefeitura- era pela contratação da BRA Serviços Gerais, que operava na Semed de maneira emergencial.

Deixe uma resposta