Milagre: MP descobre família ‘franciscana’, abastecida pela Assembleia

Uma mulher que mora no povoado Riacho Fundo, zona rural de Lagoa da Canoa, disse, em depoimento ao MP, que estava lotada no gabinete de Marcelo Victor

Está escrito na ação assinada pelo juiz Alberto Jorge- que no dia 9 aceitou receber a ação de improbidade administrativa movida contra Fernando Toledo, Marcelo Victor e o ex-diretor da Assembleia, Luciano Suruagy do Amaral Filho.

Uma mulher que mora no povoado Riacho Fundo, zona rural de Lagoa da Canoa, disse, em depoimento ao MP, que estava lotada no gabinete de Marcelo Victor.

E- incrível- a mulher disse que recebia R$ 25 mil. O marido dela também trabalhava no gabinete de Victor. Nem eles nem os filhos tinham plano de saúde; os filhos- aliás- estudavam em escola pública. Nenhum deles tinha carro nem tinham reservas em dinheiro.

Como uma família ganhando tanto dinheiro e morando na zona rural de Lagoa da Canoa vive de maneira tão franciscana?

Será que o gabinete do deputado Marcelo Victor é milagroso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *