AL: Denunciado por fraude na CBTU fiscalizará prefeituras via Tribunal de Contas

Denunciado pelo Ministério Público Federal em 2008, Adeílson Bezerra é o mais novo diretor adjunto de Fiscalização e Administração Financeira e Orçamentária das Sociedades de…

Denunciado pelo Ministério Público Federal em 2008, Adeílson Bezerra é o mais novo diretor adjunto de Fiscalização e Administração Financeira e Orçamentária das Sociedades de Economia Mista e Fundações, no Tribunal de Contas.

A nomeação foi assinada pela presidente do TC, Rosa Albuquerque e publicada no Diário do TC, na última quinta-feira (11).

Segundo o MPF, Adeílson (quando era presidente da Companhia Brasileira de Trens Urbanos, a CBTU) é acusado de liderar organização criminosa que desviou R$ 13 milhões da estatal federal.

Veja também a resposta de Adeílson Bezerra

“A organização Criminosa liderada por Adeílson Teixeira Bezerra fraudou grande parte dos procedimentos licitatórios deflagrados no âmbito da CBTU em Alagoas, mediante a utilização de empresas criadas para tal fim e uso de documentos falsos. Para obter êxito na fraude em licitações Adeílson contou com a “colaboração” de vários empregados daquela estatal que corriqueiramente eram nomeados por ele para compor as Comissões de Licitação. Estes empregados ou eram sócios ou eram responsáveis financeiros ou tinham suas cônjuges como responsáveis pelas empresas que eram declaradas vencedoras dos certames”, escreve o MPF.

A ação penal tramita no Tribunal de Justiça. 22 pessoas ligadas à CBTU e às empresas participantes das licitações estão envolvidas nas fraudes, dizem as investigações.

No site do TJ, é possível ver que o processo contra Adeilson Bezerra segue tramitando. Veja aqui

Veja também a resposta de Adeílson Bezerra

 

Deixe uma resposta