AL: Funcionária de deputado recebia Bolsa Família mais salário de R$ 5 mil

O gabinete do deputado estadual Severino Pessoa (PP), na Assembleia Legislativa, pagou até R$ 5 mil, líquidos, a Cledjane Rocha da Silva, de Arapiraca,…

O gabinete do deputado estadual Severino Pessoa (PP), na Assembleia Legislativa, pagou até R$ 5 mil, líquidos, a Cledjane Rocha da Silva, de Arapiraca, que também recebia o Bolsa Família, ou seja, ela declarou ao Ministério do Desenvolvimento Social a condição de miserável, para ganhar R$ 170 por mês.

Ela foi condenada a dois anos, dois meses e 20 dias de prisão, em regime aberto, convertida a prisão em duas penas restritivas de direitos para entidades assistenciais, hospitais, escolas, orfanatos definidos pela Execução Penal e uma hora por dia de condenação. Também terá de pagar multa.

A condenação saiu no dia 16 de maio, assinada pelo juiz da 8ª Vara Federal, Cristiano de Jesus Pereira Nascimento.

Diz a sentença que ela recebeu, líquido, do gabinete do parlamentar, entre R$ 1.695,91 e R$ 5.588,18, de fevereiro de 2011 e setembro de 2013. Foi neste período que ela era atendida pelo Bolsa Família.

“A ré foi acusada de receber, entre fevereiro de 2011 e setembro de 2013, vantagem ilícita em prejuízo do Programa Bolsa Família do Governo Federal, que variou, segundo a denúncia e documentos do IPL n° 0054/2014, em valores líquidos, de R$ 1.695,91 (mil seiscentos e noventa e cinco reais e noventa e um centavos) a R$ 5.688,18 (cinco mil seiscentos e oitenta e oito reais e dezoito centavos), induzindo e mantendo em erro a União, pois não encontrava-se na faixa de extrema pobreza para obter tal benefício. Pelo contrário, era funcionária comissionada da Assembleia Legislativa do Estado de Alagoas, percebendo renda suficiente à alimentação, educação e saúde”, anota o juiz federal.

Ela alegou que não sabia da proibição de receber o benefício federal e o salário como comissionada da Assembleia.

One thought on “AL: Funcionária de deputado recebia Bolsa Família mais salário de R$ 5 mil

  1. Não entendi porque uma funcionária comete um ato ilícito, e a foto que aparece no noticiário é do Patrão da acusada! alguém poderia explicar?

Deixe uma resposta