Por que uma Academia de Letras em Matriz?

Muitas vezes somos questionados sobre as razões para se fundar uma Academia de Letras em um município com menos de trinta mil habitantes –…

Muitas vezes somos questionados sobre as razões para se fundar uma Academia de Letras em um município com menos de trinta mil habitantes – Matriz de Camaragibe, como se houvesse falta de sentido no gesto; alguns considerando até a impossibilidade de isso acontecer ou poder dá certo.

Um tanto de preconceito rasga o ar, alguns fazem caretas espontâneas, mas a quantidade dos que ficaram felizes por certo tem sido maior, e isso estimula a continuidade.

Obviamente que vieram aqueles mais curiosos, a questionar intenções político-partidárias futuras, pois a tudo assemelham a fatal vinculação, como se tudo o que fosse criado levasse as pessoas a buscar cargos, de preferência, os remunerados.

Mas a resposta sai como a inesperada, por nunca antes ter sido sequer considerada: almejamos construir espaços de cultura para a preservação da memória do lugar, envolvendo escritores, artistas, artesãos, leitores e gente comum, para celebrar as construções da existência, cada qual com seu valor e mérito, diante de um tempo que tudo renova.

A Academia Matrizense de Letras se importa com a boa política cultural, no resgate e respeito da identidade local. Sem maiores pretensões, acreditamos no valor de significar a passagem humana pela história, com o simples gesto de registrar, conhecer, identificar e valorizar o que nos representa, de fato.

Com esse propósito, caminha a luta nossa de cada dia, rumo aos recitais, lançamentos de livros e celebrações da arte em benefício da sociedade. Assim firmamos os dias no chão do norte de Alagoas.

Deixe uma resposta