Orgia psicossocial mantém bases de Bolsonaro felizes

O mosaico da nossa pátria não está para amadores, nem para apaixonados. Suavizemos as ânsias, não deixemos que a torrente leve nossa paz, pois…

O mosaico da nossa pátria não está para amadores, nem para apaixonados. Suavizemos as ânsias, não deixemos que a torrente leve nossa paz, pois precisaremos dela como da luz e do ar.

Estou no meio do povo, na representação mais comum do popular, e estudo suas reações, observo seus gritos de envolvimento nas chateações direcionadas aos vizinhos que votaram 13 nas últimas eleições, e a cantilena do azul e rosa trabalhada no zap. Oh céus, eles estão felizes com a primeira semana de Bolsonaro tirando direitos e condenando segmentos da população brasileira, porque acreditam que o grande combate que está existindo é para garantir que menino seja garoto e menina seja garota, nada mais!

Alguém fez um disparo sobre isso no zap e chegou aos seus aparelhos telefônicos gerando furdunço, defesa, glória quase espiritual, pois tudo isso traz uma tarja evangélica no meio, com o nome de Deus com tudo!

Existe um grande número de brasileiros gozando pelo zap, lhes assevero. Um gozo descoberto pela engenharia da comunicação mantida pelo caixa 2 de Bolsonaro, que continua a pleno vapor.

Em alguns momentos as zonas erógenas se ampliam e diferenciam, mas todas permanecem no controle da equipe, em um processo de manipulação que não dorme jamais.

Um goza ouvindo um brutamontes trajado de roupas do exército a proclamar os patriotas a saírem na defesa do Brasil contra a política bolivariana, dizendo que vão invadir a Venezuela e a Bolívia para acabar com o comunismo e aumentar a força brasileira na América Latina, colocando todos os corruptos na cadeia.

Aquele outro sobe pelas paredes na felicidade de ouvir o mito prometer que vai acabar com o auxílio reclusão, e ainda tem plena certeza de que a família do Lula vai morrer de fome por causa disso, pois agora é Bolsonaro!

Alguns gozam em grupo, porque o PT está morto, Lula vai morrer na cadeia e todos os petralhas devem morrer em nome de uma nova história, sem agentes de contaminação ideológica comunista. Um alvoroço só!

A senhora se esfalfa de prazer porque os professores pedófilos, pederastas, maconheiros e doutrinadores de esquerda serão expulsos das salas de aula e as criancinhas estarão salvas.

Os fiéis gozam em orações gritadas, porque agora o céu baixou e ficou mais próximo do Brasil.

O barulho é grande, o discurso é agressivo e de substrato dessa orgia social, vestida de fundamentalismo e bestialidade, é a dor e o medo dos perseguidos, a fraqueza vergonhosa das instituições e o silêncio dos bons, o famoso silêncio de quem espera o fim da guerra para enterrar a memória dos mortos e festejar com os vencedores.

Quem dera fosse apenas uma crônica e não uma análise.

Quem dera essa noite fosse apenas uma inspiração nascida da ressaca.

Estamos no aguarde da aurora, para reconhecer os pontos fortes dessa luta e caminhar para lá, pois a força será construída de um a um, com mão na mão, e nossa humanidade preservada cuidará dos medos uns dos outros.

Quem souber cantar libere a canção mais suave, porque quem sabe recitar está sendo convidado a partilhar fulgor, desejo e vigor.

Nossa escrita é um convite para reunir quem ainda ama a liberdade.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *