Grupos distintos se formam e gritam #Elenão nas redes

Após o grupo Mulheres Unidas contra Bolsonaro explodir nas redes com o impacto que as ações femininas podem gerar, houve uma decorrência salutar, que…

Após o grupo Mulheres Unidas contra Bolsonaro explodir nas redes com o impacto que as ações femininas podem gerar, houve uma decorrência salutar, que desmembrou Grupos contra Bolsonaro por todos os estados brasileiros, o que serviu de ponte para orquestrar atos de maneira comum, como a grande manifestação das mulheres contra o Bozo ou o Coiso, marcada para 29 de setembro do corrente ano, pelas capitais.

Mas não ficou somente por aí. Um grupo denominado Homens Contra Bolsonaro foi alinhado em sequência, respeitando e fortalecendo os recortes de gênero na luta contra as propostas de cunho ofensivo e desrespeitoso aos direitos civis e humanos, que o candidato passou a representar.

O grupo atuante LGBTs contra Bolsonaro dialoga com os demais, e possivelmente marchará junto às mulheres, fortalecendo em número as manifestações que afirmarão a postura de  eleitores, na defesa da democracia.

Desde então o grupo Evangélicos contra Bolsonaro, e Professores Unidos contra Bolsonaro,  servem para que afirmemos o quanto a fragmentação em segmentos neste caso, é positiva, pois agrega brasileir@s que rejeitam o presidenciável a partir do lugar de fala de cada um ou cada uma, pois no caso, inúmeros sentem-se ameaçados pelas ideias, posicionamentos e propostas de ações políticas, caso o repudiado ganhe as eleições.

Quem temia a vitória de alguém que ameaça a imagem do Brasil no mundo, pelas vis semelhanças com os nazistas e fascistas, ou mesmo pela discriminação direcionada a grupos étnicos, ditas minorias e relações de trabalho precarizadas, chegando até mesmo a gestos desumanos em plena campanha eleitoral, agora pode encontrar ou criar um nicho virtual e político que corresponda mais de perto às suas razões.

No final, a vitória será de tod@s nós, menos, é claro, do rejeitado!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *