Candidatos ao governo de Alagoas e polícia humanizada

Qual candidato ao governo de Alagoas vai erguer a bandeira dos Direitos Humanos nesta campanha eleitoral? Ninguém em sã consciência pode negar a urgência…

Qual candidato ao governo de Alagoas vai erguer a bandeira dos Direitos Humanos nesta campanha eleitoral?

Ninguém em sã consciência pode negar a urgência desta pauta em Alagoas, que retornou a passos largos para a condição naturalizada de Estado violento, ou seja, com polícia violenta.

Em nome das famílias empobrecidas que sofrem o acréscimo da dor lancinante de perder seus jovens para uma violência pactuada com a criminalização da pobreza, da negritude, da marginalização periférica, esta discussão precisa ser feita.

Sabemos que não se apaga incêndio com querosene me lugar algum da terra, e quando o Estado é violento fere direitos, atropela sonhos e dificulta o diálogo e o entendimento com seus representados, o povo.

Casos aberrantes tem sido denunciados na imprensa local sobre abordagens policiais com desfechos inexplicados de sumiço dos abordados.

Famílias denunciam, mas suas vozes não são ouvidas!

Há um propósito insano na instalação do estado de polícia, desumanizando os agentes de segurança em nome de um instinto supostamente protetor, que tenta convencer a sociedade de diminuição de violência, com o sacrifício de anônimos.

A bandeira da humanidade precisa ser preservada, amada e defendida, em benefício da sociedade como um todo. O sacrifício de vidas juvenis não salvará nossa paz, mas nos tornará assassinos por omissão, por conivência!

Nossa dica e também esperança, é de que a humanização da polícia alagoana ganhe a prioridade que merece nas pautas governamentais.

Chega de arbitrariedades e abusos sobre as vidas alagoanas!

Nós do blog, estaremos acompanhando de perto todos os candidatos ao governo do nosso estado, no intuito de perceber os palanques que acatarão os Direitos Humanos, ponto fundamental, para todos nós!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *