Alagoas, poder e sangue – novo livro de Odilon Rios

Importante ressaltar que este ano que finda, 2017, representa a entrada do estado de Alagoas no bicentenário, reconhecidamente celebrado pelo governo, com investimentos diversos…

Importante ressaltar que este ano que finda, 2017, representa a entrada do estado de Alagoas no bicentenário, reconhecidamente celebrado pelo governo, com investimentos diversos em expressões culturais e artísticas. Contudo, teremos outros 99 anos para buscar mais informações sobre nós, desbravando as pistas do que constitui o ethos alagoano.

Em parceria com o jornalista e escritor Odilon Rios conseguimos abrir o ano literário do bicentenário alagoano; a publicação de minha autoria, “200 anos de Alagoas: Análise Socioantropológica” e a dele “Alagoas, 200”, vieram a lume no mês de fevereiro do corrente ano, sendo procuradas e lidas por todo o período.

Como não podia deixar de ser, também fecharemos o ano literário, com duas outras publicações: “Alagoas, poder e sangue – 1817-1847”, assinada por Odilon Rios, o jornalista investigativo, pesquisador, que coloca sua verve intelectual a serviço da história e da sociedade, com empenho ímpar! E “Hibridismo Cultural Alagoano: o barro de onde viemos”, obra na qual eu coloco resultados de pesquisas acadêmicas, escuta de história oral e memórias da alagoanidade interiorana.

O que dizer em defesa da própria criação? Que vale a pena conferir e gerar suas próprias análises. As obras estão entrando em fase de publicação, e muito em breve, o convite para o lançamento será estendido ao público. Preste atenção e faça parte das discussões do bicentenário de Alagoas, conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *